WhatsApp:  (21) 98563-3713
COMPRAS      
 
TOPBOOKS - EDITORA E DISTRIBUIDORA DE LIVROS

Topbooks 30 anos

A Editora Imprensa Homenagens Especiais Destaques Recomendados eBooks Como comprar Fale conosco Início do site
30livrosA10reais
CATÁLOGO RESENHA
 
 
 
Instagram
 
WhatsApp:
(21) 98563-3713
TOPBOOKS - Editora e Distribuidora de Livros

INCÊNDIOS TOMAM CONTA DE MIM

O vice-presidente da República, Michel Temer, estreia na poesia

O vice-presidente da República estreia na poesia com "Anônima Intimidade", que sai nesta semana, pela Topbooks (165 págs., R$ 39). "Escrevi estes escritos para mim", diz.

Renato Parada / Divulgação
Desenho de Ciro Fernandes para o livro
"Anônima Intimidade", do vice-presidente
da República
E o fez, conta, em guardanapos de papel durante viagens aéreas entre Brasília e São Paulo. "Deixava a arena árida da política legislativa e me entregava, durante o voo, a pensamentos".

No livro, adverte para o caráter ficcional de seus versos, que tematizam recordações de infância e juventude, reflexões metalinguísticas e existenciais e homenagens à figura feminina.

Em sua introdução, Temer agradece aos amigos o impulso para tirar a obra do âmbito íntimo – em especial a Carlos Ayres Britto, autor do prefácio.

"Numa frase", escreve o ex-presidente do STF, "esse Michel Temer sobre quem discorro é o homem maduro que, liricamente, ainda porta consigo os sonhos de sua meninice e juventude". O livro será lançado em São Paulo no dia 31, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional.

EXPOSIÇÃO
Escrever é expor-se.
Revelar sua capacidade
Ou incapacidade.
E sua intimidade.
Nas linhas e entrelinhas.
Não teria sido mais útil silenciar?
Deixar que saibam-te pelo que parece que és?
Que desejo é este que te leva a desnudar-te?
A desmascarar-te?
Que compulsão é esta?
O que buscas?
Será a incapacidade de fazer coisas úteis?
Mais objetivas?
É por isso que procuras o subjetivo?
Para quem a tua mensagem?
Para ti?
Para outrem?
Não sei.
Mais uma que faço sem saber por quê.

ASSINTONIA
Falta-me tristeza.
Instrumento mobilizador
Dos meus escritos.
Não há tragédia
À vista.
Nem lembranças
De tragédias passadas.
Nem dores no presente.
Lamentavelmente
Tudo anda bem.
Por isso
Andam mal
Os meus escritos.

QUEM?
Loira. Os olhos
Negros.
O cabelo, na raiz,
Negro.
Os lábios
Grossos.
O olhar (não os olhos)
Distante. Triste.
Romanceado. Vendo a África.
Sem a rapidez
E alegria
Dos olhos da loira
Postos na neve.
A quem minha memória
Deve armazenar?
A loira, falsa,
Ou a mulata, verdadeira?

EMBARQUE
Embarquei na tua nau
Sem rumo. Eu e tu.
Tu, porque não sabias
Para onde querias ir.
Eu, porque já tomei muitos rumos
Sem chegar a lugar nenhum.

ANÔNIMA INTIMIDADE
Correio elegante.
Hoje, torpedo.
Bom mesmo era o correio elegante
Nas quermesses do interior.
O garçom levava a sua mensagem para alguém.
Ou trazia,
Sempre anônimas,
Palavras de amor.
Ou admiração.
Despertava curiosidade.
Quem mandou?
E a sua mente divagava.
Sonhava.
Fantasiava.
Desejava.
Será ela?
Outra?
Era uma intimidade aquele anonimato.
Depois, você caminhava para sua casa, para seu quarto.
E dormia inebriado pelas palavras e pelo perfume
Que o correio elegante trazia.

VERMELHO
De vermelho
Flamejante.
Labaredas de fogo.
Olhos brilhantes
Que sorriem
Com lábios rubros.
Incêndios
Tomam contam de mim.
Minha mente
Minha alma.
Tudo meu
Em brasas.
Meu corpo
Incendiado
Consumido
Dissolvido.
Finalmente
Restam cinzas
Que espalho na cama
Para dormir.
* * * * * * *

caderno Ilustríssima
FOLHA DE S.PAULO

13/01/2013

Leia mais:

Versos de Michel Temer parecem mensagens cifradas

Os versos em guardanapo do poeta Michel Temer

Nasce um poeta

Uma avalanche de eventos

Privacidade

Envio de originais

Mensagem do Editor

Topo Início Anterior
TOPBOOKS EDITORA E DISTRIBUIDORA DE LIVROS LTDA.
Rua Visconde de Inhauma, 58 - Sala 203 - Rio de Janeiro - CEP 20091-000
Telefones: (21) 2233-8718 ou (21) 2283-1039
Copyright © Topbooks, 2003 - 2021 - É proibida a reprodução total ou parcial sem autorização - Projeto QV